RÁDIO DIFUSORA AM 910

NOTíCIAS

/notícias

Balneário Rincão recebe Plano de Saneamento Básico

Jane Tibincoski
0

O município de Balneário Rincão, representado pelo vice-prefeito Luiz Gustavo Laurindo, recebeu oficialmente na quinta-feira o Plano Municipal de Saneamento. Foram entregues na cerimônia o documento para 13 municípios. Com o final da elaboração destes planos, Santa Catarina é o primeiro Estado da Federação com 100% dos municípios com população inferior a 50 mil habitantes a ter Planos de Saneamento Básico. A conquista se deu por meio de um convênio assinado em junho de 2014 entre a Unesc e a Funasa (Fundação Nacional de Saúde). O próximo passo agora é o envio do documento para aprovação na Câmara de Vereadores e virar Lei.

O vice-prefeito Luiz Gustavo Laurindo destacou quer o Plano de Saneamento Básico vai servir como diretriz e define as metas e estratégias de governo para os próximos 20 anos, com a perspectiva de universalização do acesso aos serviços de saneamento básico como direito social, contemplando os componentes de abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos, de drenagens e águas pluviais urbanas. “Após aprovação na Câmara de Vereadores já vamos nos mobilizar para a contratação de uma empresa para fazer o projeto de instalação do Saneamento Básico” explica Laurindo.


Os projetos, realizados por meio do IPAT (Instituto de Pesquisa Ambientais e Tecnológicas), do Iparque (Parque Científico e Tecnológico da Unesc), contempla os municípios de Araquari, Maravilha, Balneário Rincão, Campo Alegre, Garuva, Governador Celso Ramos, Imaruí, Macieira, Pescaria Brava, Saltinho, Sangão, Santa Cecília e Vargem Bonita.
Para a realização dos Planos o IPAT contou com uma equipe de 40 profissionais, incluindo engenheiros civis, químicos, ambientais e agrimensores, geólogos, geógrafos, arquitetos, biólogos, economistas, advogados, estatísticos, assistentes sociais, secretárias executivas, desenhistas e estagiários de diferentes cursos da Universidade.


O reitor da Unesc, Gildo Volpato, comentou que esse foi o primeiro passo de um trabalho ainda maior. “A Unesc, como Universidade comunitária, tem o compromisso social de trabalhar todos os dias em prol da sociedade. Esse é mais um desses trabalhos, mas ele é apenas uma diretriz, um caminho. Agora é preciso fazer acontecer, criar as condições objetivas para que o ideal seja desenvolvido”, comentou.


O superintendente estadual da Funasa de Santa Catarina, Adenor Piovesan, parabenizou os envolvidos no trabalho. “Essa não é uma entrega de uma obra física, ou de um bem material, mas sim, de uma constituição, que só pôde ser desenvolvida por conta do envolvimento das mãos da Unesc e dos municípios, que não mediram esforços para a sua conclusão”, afirmou.

Colaboração: Assessoria Imprensa

Formulário para Contato

Deixe seu comentário

* Preenchimento obrigatório.